Para Candidatos

Não consegui a vaga, e agora?

Você provavelmente conhece “uma pessoa por aí” que participou de um amigo oculto em que o presente que ela deu era bem mais legal do que o que ela ganhou, não é mesmo? Qual foi o sentimento imediato dela, naquele momento? “Tudo bem. O que vale é a intenção e a diversão”? Nós sabemos que isso não é o que realmente passa na cabeça de um mero mortal nessas situações.

Vale sempre lembrar que está tudo bem se o que você ainda pensa é algo tipo “Eu queria um presente melhorzinho”, “O que eu vou fazer com esse negócio?”, “Eu podia ter comprado alguma coisa mais barata” ou ainda “Afff, eu não precisava ter me preocupado tanto em acertar no presente”.

Você deu um presente que achou super bom, mas ganhou um que não foi tão bom quanto esperava. O nome disso é frustração.

As expectativas nossas de cada dia

Esse sentimento de frustração é o mesmo de quando o recrutador te diz que você não passou para a próxima etapa do processo seletivo. Todas as expectativas que você criou a respeito da vaga e da sua futura posição dentro da empresa, sua rotina, as pessoas com quem passaria a conviver, o ambiente…, mas a empresa simplesmente te diz que, não, meu amigo, essa vaga é para alguém com um perfil diferente.

Rabinho entre as pernas, você vai embora sem entender o que diabos você fez de errado, ou choraminga criticando os métodos aplicados no processo. Reclama com amigos que a vida é injusta e vai para casa, deita em posição fetal e fica se perguntando “Por que, Deus?”.

A questão toda é o que você faz com esse sentimento. Por exemplo, não aconteceu o que seria o ideal de acordo com o que esperava lá no amigo oculto, mas você fez o que estava ao seu alcance e o que você acreditava ser o melhor. Isso quer dizer que você conseguiu alinhar os seus valores pessoais com seu objetivo de comprar o presente.

É o poder!

Não existe um tutorial com um passo a passo de como lidar com a frustração que realmente funcione, porque cada pessoa é diferente. Mas uma coisa que todo mundo tem em comum é o poder de olhar para as coisas que acontecem e escolher enxergar com positividade.

Tentar ver as coisas com essa perspectiva, é uma ferramenta poderosa para conseguir focar no que realmente importa quando está procurando emprego: conquistar uma vaga que combine com seu perfil e se realizar. Este é o momento para direcionar suas forças para se aprimorar e rever o que você realmente valoriza como profissional.

Então, basta sacudir a poeira e tentar melhorar o que puder ser melhorado, como formatar melhor seu o currículo ou desenvolver uma nova habilidade, por exemplo, e seguir em frente. Porque, você vai encontrar uma empresa que procura alguém exatamente com seu perfil.

O que você vai fazer?

Você pode escolher ficar para baixo, desistir e ignorar todas as oportunidades que você ainda tem. Ou você pode escolher usar todo o processo que passou até agora como um aprendizado sobre os processos seletivos e até sobre si mesmo, quando falamos de ter claros seus valores e objetivos. E quanto mais claros eles estiverem, mais foco você terá para seguir adiante e aproveitar as oportunidades.

Então, conta pra gente aqui embaixo nos comentários o que você já fez para superar uma frustração. E compartilhe este artigo com os amigos que você sabe que precisam saber um pouquinho mais sobre o que podem fazer para superar esse sentimento 😉.

E não se esqueça de curtir nossa página no Facebook e acompanhar tudo que está rolando por lá!